Aprenda a recuperar uma planta seca

Compartilhe:

plant-1603702_1280

Você sabia que é possível recuperar uma planta que secou?

Saiba como fazer com o passo a passo que é bastante simples:

1 – Corte as folhas e os galhos secos;
2 – Retire a planta do vaso com cuidado. Se ela estiver em uma cama de plantio ou no jardim, tire todo o bloco de terra que a envolve. Muito cuidado para manter as raízes intactas;
3 – Coloque a planta — junto com a terra — em um recipiente maior do que o seu tamanho, cheio de água morna. Este passo é essencial para aumentar a absorção da água na terra;
4 – Deixe a planta hidratando por, aproximadamente, dez minutos;
5 – Para que o excesso de água seja drenado, retire a planta do recipiente e a coloque em um prato;
6 – Depois, leve a planta de volta ao seu vaso ou área de plantio;
7 – Pulverize as folhas com água;
8 – Se a sua planta secou por ficar tempo demais exposta ao calor e ao sol, deixe-a na sombra por algum tempo até que ela se recupere;
9 – Por alguns dias, observe o comportamento da planta. O ideal é que o solo permaneça úmido e, aos poucos, ela recupere o seu vigor.

Além dessas dicas, para quem prefere visualizar o passo a passo, buscamos um vídeo que também conta esse processo com detalhes. Assista:

Fontes: Ciclo Vivo e Nô Figueiredo

Aprenda a fazer hortas em pequenos espaços

Compartilhe:
brotos-rabanete
Brotos de rabanete. Foto: Pixabay

 

Para começar uma horta, basta força de vontade e orientações de quem entende do assunto. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) produziu o livro “Horta em pequenos espaços”, que busca empoderar as pessoas na criação de hortas em pequenos espaços.

Especialistas de diferentes áreas apoiaram a realização do livro com objetivo de promover a segurança alimentar e aumentar a interação com as plantas — atividade que pode auxiliar na prevenção do estresse.

O livro está disponível, gratuitamente, em PDF e traz dicas, como a escolha do lugar ideal, o cuidado com o preparo da terra e também direcionamento sobre a quantidade de luz, água e os tipos de nutrientes necessários para o melhor desenvolvimento dos alimentos. Há também uma preocupação em incentivar o uso de materiais reaproveitados para a horta, como garrafas PET, latas, telhas, tambores, canos de PVC, entre outros materiais.

Se você se interessa pelo assunto, baixe o livro “Horta em pequenos espaços” na íntegra.

Com informações do portal Ciclo Vivo.