Conferência Ethos treinará olhar sustentável dos participantes

Compartilhe:

Entre os dias 24 e 25 de setembro, a cidade de São Paulo receberá importantes nomes nacionais e internacionais para a Conferência Ethos 360º. Neste ano, o evento conta com um conceito que facilitará a interatividade entre os seus participantes. As atividades acontecerão em um espaço único, sem divisórias e salas, permitindo que os participantes acompanhem uma ou mais atrações sem perder tempo no deslocamento.

“A Conferência Ethos é um exercício do olhar. A ideia é voltar para a sua empresa e olhar para os projetos em todos os ângulos, simultaneamente. Quem for terá a oportunidade aprender em uma conferência de estratégia, com representantes de empresas que têm o seguinte pensamento: que desenvolvimento é tudo ao mesmo tempo”, disse Henrique Lian, gerente-executivo do Instituto Ethos.

O olhar 360º

Henrique Lian explicou a relação do tema da conferência com as questões de sustentabilidade nas empresas. “Embora o conceito de sustentabilidade tenha nascido para integrar as dimensões do desenvolvimento (econômica, social, ambiental e outras), a prática empresarial e científica fragmenta e compartimentaliza as questões isoladamente. Só teremos empresas e negócios sustentáveis quando os projetos, os planejamentos e as modelagens de negócios forem capazes de olhar 360º para todas as áreas, em conjunto. A sustentabilidade precisa estar no topo da organização”, enfatizou.

Programação

Pavan Sukhdev. Foto: Divulgação.

No dia 25 de setembro, uma das atividades será o “Carreiras 360º”, um diálogo entre dois jovens presidentes que desenvolveram suas carreiras em uma mesma empresa. A conversa terá a participação de um especialista em liderança e gestão de pessoas, que trará à mesa a discussão sobre o dinamismo e as diferenças das novas organizações e novas gerações nativas digitais.

O economista Pavan Sukhdev está entre os palestrantes internacionais. Ele ficou conhecido em todo o mundo depois de aceitar o desafio de calcular o valor da biodiversidade global. A partir desse estudo, Sukhdev passou a ser chamado de “pai da economia verde”. No evento, ele comentará sobre como é possível integrar as dimensões da sustentabilidade nos negócios e de fazer negócios sustentáveis ganharem escala e gerarem valor econômico.

Confira a lista dos palestrantes que estarão no evento.

Evento Viva a Mata Atlântica oferece atividades de educação ambiental em SP

Compartilhe:

Uma dica de evento gratuito para você aproveitar com toda a família e comemorar o Dia Nacional da Mata Atlântica, celebrado no dia 27/05, é a 10ª edição do “Viva a Mata – Encontro Nacional pela Mata Atlântica”. O encontro acontece entre os dias 23 e 25 de maio, das 9h às 18h, na Marquise do Parque Ibirapuera, em São Paulo. Neste ano, o tema é “Mata Atlântica, Sua Casa”, com o objetivo de sensibilizar a população a respeito da relação entre o ambiente urbano, a floresta e a qualidade de vida.

O evento terá diversas atrações, como shows, peças de teatro, exposições, debates, palestras e atividades interativas, que acontecerão em espaços temáticos, como Floresta, Água, Mar, Bichos da Mata e Ambiente Urbano. Esta edição terá uma atração inédita: um passeio guiado pelo parque para conhecer diferentes espécies de árvores, suas respectivas histórias e a importância de cada uma para a cidade de São Paulo. Quem guiará este passeio será o botânico Ricardo Cardim, no sábado (24 de maio), às 10 horas.

Já no domingo (25/05), o público poderá observar as aves do Parque Ibirapuera com a equipe da Avistar, Tietta Pivatto e Guto Carvalho. “O objetivo da minha apresentação é mostrar que a observação de aves envolve muito mais do que olhá-las e identificá-las. Observar é estabelecer um vínculo sensorial e cognitivo que modifica a relação do homem com a natureza, criando uma conexão instantânea e produtiva. Diferentes habilidades são exercitadas e colocadas à prova. Por outro lado, observar aves produz saúde mental ao reconectar com a natureza e os instintos básicos”, contou Guto.

Mesmo localizado no meio da metrópole, o Parque Ibirapuera tem uma rica avifauna – pelo menos 135 aves já foram identificadas no local. “Queremos mostrar como a Mata Atlântica ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas, como está relacionada diretamente com a água que bebemos e consumimos, com nosso bem- estar e os momentos de lazer, e como influencia nossa vida nas cidades”, disse Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica.

A exposição itinerante “A Mata Atlântica é Aqui”, mais conhecida como Caminhão da Fundação, faz parte da programação do evento. O caminhão sediará as palestras e promoverá suas atividades de educação ambiental.

Conhece a ação Asas da Mata, do Instituto Brookfield? Preocupado com a preservação das aves da Mata Atlântica e com a educação ambiental, o Instituto criou uma ação com vídeos educativos elaborados com perguntas de especialistas em meio ambiente e respostas da Tatiana Pongiluppi, ornitóloga e coordenadora de projetos da SAVE Brasil. Aproveite o material para aprender mais sobre o assunto antes do evento!

Serviço
Evento: Viva a Mata – Encontro Nacional pela Mata Atlântica
Data: 23 a 25 de maio de 2014
Local: Marquise do Parque Ibirapuera
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral – Portão 3 (acesso à Marquise do parque)
Para agendar a visita monitorada: eventos.apoio@sosma.org.br
Telefone: (11) 3262-4088 ramal 2218
Informações: http://bit.ly/VivaMata2014

Evento Sustainable Brands Rio 2014 acontece no final de abril no Rio de Janeiro

Compartilhe:
SB Rio 13. Foto: Divulgação SB Rio 13 / Eduardo Magalhães

Entre os dias 24 e 25 de abril, a cidade do Rio de Janeiro receberá o evento Sustainable Brands Rio 14 (SB Rio 14), com o tema “Reimagine, Redesenhe, Regenere”. O evento deverá reunir 600 profissionais da rede global de líderes de empresas, dedicados a encontrar novas maneiras – sustentáveis – de conduzir negócios.

Durante a parte da manhã, nas Plenárias, o encontro terá apresentações de líderes empresariais e especialistas. A tarde nas Sessões temáticas, será possível aprofundar os assuntos centrais da Nova Economia. Além disso, acontece a Expo com 16 iniciativas concretas, de empresas nacionais e internacionais, de transformação do ambiente de negócios.

Inovação e sustentabilidade na prática

Durante a conferência, pela primeira vez no Brasil, acontecerá a Sustainable Brands Innovation Open – competição entre startups que oferecem produtos e serviços que utilizam a sustentabilidade como direcionador da inovação. Apenas dez competidores terão a oportunidade de participar da Conferência, e duas startups serão as grandes vencedoras. Os prêmios incluem recurso financeiro e apoio de consultorias.

“No Brasil o tema inovação está em alta e muitas iniciativas vêm acontecendo. A SB Innovation Open dá visibilidade para que as startups apresentem suas ideias focadas na sustentabilidade”, disse Álvaro Almeida, sócio-fundador da Report Sustentabilidade, realizadora da SB Rio 14.

Roger Koeppl, jovem empreendedor social, explicou o que o motivou a participar da competição com sua startup, a cooperativa YouGreen. “Estamos mobilizando nossa rede de contatos para irmos para a final do Innovation Open. A visibilidade alcançada e o aporte para alavancagem vão ao encontro dos atuais e futuros objetivos do nosso negócio”, contou.

Outra novidade do evento é a visita temática a comunidades cariocas em que são desenvolvidas atividades e projetos com foco socioambiental. Estas demonstrarão como as marcas podem se adequar às demandas da sociedade. As atividades fazem parte do programa pós-evento, que acontece no dia 26 de abril.

Congresso GIFE reúne especialistas para falar sobre investimento social

Compartilhe:

Neste mês, entre os dias 19 e 21 de março, em São Paulo, acontece o 8º Congresso GIFE, que reunirá as principais lideranças de investidores sociais do país, além de acadêmicos, dirigentes de organizações da sociedade civil, consultores e representantes de governos para debater investimento social. O tema deste ano é Por um Investimento Social Transformador.

Inovação, redes, impacto e escala são os quatro eixos de debates para pensar em novas estratégias para a atuação social. Entre programação oficial e atividades abertas, a 8ª edição do Congresso GIFE pretende reunir 1.500 pessoas interessadas em discutir as principais questões colocadas hoje ao investimento social brasileiro.

O objetivo do Congresso é colocar em discussão a capacidade transformadora do investimento social. Tema este que tem a intenção de se dissociar de práticas exclusivamente assistencialistas e gerar impactos socioambientais efetivos e de longo prazo.

Ricardo Abramovay. Foto: Divulgação.

Ricardo Abramovay, professor da FEA-USP e autor do livro Muito Além da Economia Verde, é um dos especialistas que está na programação do Congresso. Ele falou para o blog do Instituto Brookfield sobre a nova relação das empresas com o lado social.

“A filantropia não pode ser encarada como um setor à parte, uma espécie de tentativa discreta de contrabalançar os impactos socioambientais negativos daquilo que fazem as empresas. Este mundo compartimentado, que orientou a ação filantrópica até recentemente, simplesmente acabou. Hoje, a licença para operar das empresas depende, não só de sua oferta de bens e serviços, mas, sobretudo, de sua capacidade explícita e intencional de contribuir para melhorar a vida social e o estado dos ecossistemas em que atuam. Longe de reduzir o papel das organizações filantrópicas, esta nova perspectiva empresarial abre caminho para formas muito mais interessantes e construtivas de integração entre empresa, organizações sem finalidades de lucro e o mundo social. As novas formas de interação entre empresas e clientes, e, sobretudo, o poder que as pessoas passam a deter por meio de sua colaboração direta, baseada nos dispositivos da sociedade da informação em rede, revolucionam o mundo empresarial, e esta revolução terá que chegar também à filantropia”, detalhou Abramovay.

As inscrições para o 8º Congresso GIFE devem ser realizadas pelo site do evento.

Congresso GIFE 2014
Data: 19 a 21/03
Local: World Trade Center – Av. Das Nações Unidas, 12559, São Paulo/SP.
Informações e programação completa no site do Congresso.

Conferência incentiva população a pensar em soluções sustentáveis

Compartilhe:
Foto: Reprodução Facebook Logo do evento.

Publicado em 11/03/2014. Atualizado em 13/03/2014

Você já teve ou tem uma ideia que pode resolver um problema da sua cidade? A Conferência Internacional das Cidades Inovadoras (CICI2014) terá um espaço importante dentro da programação para que a população possa apresentar soluções para as suas cidades.

Dentro da programação do CICI2014, terá o Festival de Ideias – espaço para que cidadãos tenham a oportunidade de contribuir com a melhoria da qualidade de vida, com sugestões em temáticas específicas. O encontro será realizado entre os dias 7 e 9 de maio na Universidade Positivo, em Curitiba (PR).

Os interessados em participar do festival devem enviar sua respectiva ideia até o dia 31 de março. O projeto pode ser apresentado individualmente ou em grupo, envolvendo uma das seis temáticas trabalhadas durante a CICI 2014: “Mobilidade Urbana”, “Viver a Cidade”, “Infraestrutura”, “Tecnologias Sociais”, “Empreendedorismo e Eficiência” e, ainda, um “tema livre”. Os vencedores gravarão vídeos que serão apresentados na CICI2014.

O evento terá a presença de palestrantes e participantes do mundo inteiro para compartilhar experiências e soluções inovadoras para as cidades. As duas últimas edições da Conferência (de 2010 e 2011) receberam 7 mil pessoas em seis dias de evento (3,5 mil em cada edição) – com mais de 500 municípios representados. Entre os palestrantes, estão: Sascha Haselmayer – Dinamarca/Copenhagem; Ugo Valenti – Espanha/Barcelona; Marco Bravo – EUA/Austin.

Além do Festival de Ideias, outro destaque do evento é o Fórum ICities, que tem o objetivo de debater e aprofundar os temas apresentados nas palestras da CICI2014. Com o tema Soluções Inovadoras para Cidades do Século XXI, a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras está na sua terceira edição. Sandro Vieira, presidente executivo do Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP), destacou o que impulsiona a existência de um evento como o CICI2014.

“É o trabalho pela inovação, em todas as frentes e de todas as formas. A inovação gera sustentabilidade, aumenta a qualidade de vida, incrementa a competitividade das empresas, engaja pessoas, movimenta a economia, entre outros benefícios. Estamos trabalhando para criar cidades mais inteligentes, lugares melhores para viver e uma sociedade mais fraterna, consciente e participativa”, disse Vieira, um dos responsáveis pelo evento. O CICI2014 é promovido pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP), Prefeitura de Curitiba e Universidade Positivo.

Fique de olho no site do CICI2014 para acompanhar a programação completa. Além disso, eles têm a página no Facebook com as novidades sobre o evento.