Reserva ganha mais de mil novas espécies nativas de Mata Atlântica

Compartilhe:

reserva-biologica-v3

Na primeira quinzena de fevereiro, o Instituto Brookfield, em parceria com a Prefeitura de Santana de Parnaíba (SP) e a empresa Jaguari, finalizou o enriquecimento da flora no anexo número 3 da Reserva Biológica Tamboré.

Nesta ação, houve o plantio de 1,5 mil mudas de espécies nativas de Mata Atlântica, em 15 mil metros da Reserva. Todas selecionadas pelo Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura. A empresa responsável pelo plantio vai acompanhar o crescimento das mudas ao longo de 20 anos.

A iniciativa reafirma o compromisso do Instituto Brookfield com a preservação e conservação da Reserva Biológica Tamboré.

Entre os muitos benefícios do enriquecimento da flora estão: aumento da presença da avifauna no interior da Reserva, aumento de árvores frutíferas, melhoria na qualidade do ar e do clima, além de melhoria na qualidade da alimentação dos animais.

Sobre a Reserva Biológica Tamboré
Com 3.673.385,71 m2, a Reserva Biológica Tamboré é uma das maiores unidades de conservação brasileiras inseridas no perímetro urbano. Está localizada no bairro Tamboré, em Santana de Parnaíba, município da região oeste da Grande São Paulo. A Reserva é um bem público. O Instituto Brookfield, por meio de um convênio com a Prefeitura, foi autorizado a elaborar programas e projetos que contribuam com a preservação e conservação da Reserva, envolvendo também a comunidade da região nesse processo.

Deixe seu comentário

(ele não será divulgado)